quarta-feira, 9 de março de 2011

Urgências...

"Tinha desejos violentos. 
Pequenas gulas, urgências perigosas, enternecimentos melados, ódios virulentos, tesões insaciáveis. 
Ouvia canções lamentosas, bebia para despertar fantasmas distraídos, relia ou escrevia cartas apaixonadas, transbordantes de rosas e abismos..." 
Caio Fernando Abreu

10 comentários:

  1. Nossa que profundo, adorei.
    Não conhecia!!!!

    ResponderExcluir
  2. Nossa profundo, pesado e reflexivo..

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Olá Amanda, Olá Stéphanie!

    Amanda, obrigada! Sinta-se em casa!

    Stéphanie, muito profundo mesmo...

    Bjs meninas!

    Déia

    ResponderExcluir
  4. Déia !
    Adoro Caio Fernando ele é sempre tão imediato e profundo.

    Bela escolha !

    beijos amiga !!

    ResponderExcluir
  5. Oi Carlinha, td bem?
    C.F..A. é maravilhoso, né?
    Bjs!
    Déia

    ResponderExcluir
  6. Acho que me ia mesmo sentir bem assim desse modo...

    ResponderExcluir
  7. Olá mcf, olá Pri!
    Lindo esse texto, não?
    Abraços, Déia

    ResponderExcluir

"Onde eu não estou
as palavras me acham."
Manoel de Barros

Olá! Fico muito feliz pela sua visita! Responderei ao seu comentário por aqui, portanto volte logo, sim?
Um abraço apertado a todos que por aqui passarem!
Déia
PS: Não esqueça de deixar o link do seu blog no Mural de Devaneios (Mural de Recados) para que eu possa retribuir sua visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Real Time Analytics